×
×

Telefone:
(11) 3796-0469

WhatsApp:
(11) 9.8445-0490

Siga-nos

Empresa ambidestra: você sabe o que é?

19 outubro, 2021

O universo dos negócios está sempre em processo de mudanças e inovação, mas você já ouviu falar em “empresa ambidestra”? Leia este artigo e saiba mais sobre como ampliar as oportunidades do seu negócio no mercado!

Os avanços da transformação digital transformam não somente a rotina das pessoas, mas também de empresas, da economia e do cenário mercadológico como um todo. Em busca de inovar em seus processos, muitos gestores ficam em dúvidas sobre o que fazer para garantir o seu lugar perante à concorrência.

Diante de novidades e informações desenfreadas, é importante entender como utilizar a tecnologia a favor da sua organização, a fim de ter mais sucesso com as suas estratégias, manter as atividades e aumentar tanto o faturamento quanto a satisfação dos clientes em negócios B2B ou B2C. 

O conceito de empresa ambidestra aponta para possibilidades de desenvolver melhorias nas empresas com mais praticidade e eficiência, conciliando o modelo de negócio tradicional com as vantagens oferecidas pela tecnologia. 

Siga conosco e saiba como reduzir as suas preocupações, aproveitar as oportunidades, lidar com as transformações de forma segura e garantir um futuro de mais sucesso para sua empresa. Boa leitura!

O que é uma empresa ambidestra?

Provavelmente você já se surpreendeu com a quantidade de empresas que fecham após funcionarem por poucos meses no mercado enquanto outras já existem há tantos anos e, ainda assim, continuam a crescer, não é mesmo? Um desses exemplos é a Amazon, que está sempre expandindo suas atividades e seus resultados.

Afinal, o que faz com que algumas empresas consigam ultrapassar as transformações mercadológicas, vencer a concorrência e manter seu desenvolvimento crescente ao longo dos anos, e o que isso tem a ver com o conceito de empresa ambidestra?

Basicamente esse termo remete às empresas que conseguem equilibrar a excelência operacional enquanto buscam novos processos de mercado, aprimorando suas competências e inovando em seus negócios. 

As empresas ambidestras mostram que é possível combinar as tarefas e os resultados da rotina com a implementação de projetos de inovação, o que é cada vez mais necessário para oferecer experiências melhores ao público, lidar com crises econômicas ou imprevistos financeiros e, ainda, se destacar no segmento.

Quais são os tipos de empresas ambidestras?

Ao trabalhar com o conceito de ambidestreza, as organizações guiam seus processos internos e suas equipes com o foco em dois fatores: inovação e excelência operacional. 

O objetivo é manter a eficácia no modelo tradicional e, simultaneamente, garantir os benefícios da tecnologia para ter mais dinamismo nas atividades e ampliar as oportunidades para o negócio a longo prazo.

Para saber como ter uma empresa ambidestra, é necessário entender as 3 possibilidades de colocar esse conceito em prática no seu negócio. Então confira, a seguir, os tipos de empresas ambidestras.

Ambidestreza Estrutural

Essa proposta é realizada quando há duas equipes que atuam de forma separada: uma focada em eficiência operacional e outra em processos de inovação. Dessa forma, cada time deve ter o seu próprio modelo de gestão até que os processos inovadores estejam consolidados para, assim, serem integrados à empresa.

Ambidestreza Cíclica

Já esse outro modelo se baseia na atuação de apenas uma equipe, que deve trabalhar em busca de inovação por um período previamente definido para, depois, focar em excelência profissional em outro momento e, em seguida, desenvolver processos inovadores, retornando ao ciclo.

Ambidestreza Simultânea

Nesse tipo de empresa ambidestra, as equipes não são divididas, atuando em conjunto nos processos de inovação e excelência operacional ao mesmo tempo. Para isso, é necessário levar em consideração que todos os colaboradores estejam capacitados para trabalhar nessas duas áreas e entregar bons resultados.

Como se tornar uma empresa ambidestra?

Agora que você já conhece os 3 tipos de organizações ambidestras, pode estar se questionando como fazer isso na prática e aplicar esse conceito no dia a dia da sua organização. 

É importante ter em mente que a inovação não começa nos processos, mas nas pessoas, então o desenvolvimento dessa jornada deve iniciar na cultura da empresa e na evolução de mindset dos colaboradores e gestores: toda a empresa deve estar envolvida e voltada para os processos inovadores.

Dessa forma, há a necessidade de preparar todos os setores da sua empresa, a fim de desenvolver iniciativas eficazes e mudar o movimento das suas atividades, focando na transformação digital da empresa e em capacitações para líderes e equipes, alinhando os objetivos para dar sequência às próximas etapas.

Algumas práticas que devem ser adotadas pela liderança de empresas que desejam se tornar ambidestras, a fim de ter mais sucesso ao longo desse processo de transformação para garantir melhores resultados, são:

  • estruturar o espaço físico ou virtual da empresa, criando um ambiente de confiança;
  • fortalecer a cultura organizacional e colocar a inovação e o desejo de aprender como alguns dos valores da marca;
  • ter uma comunicação transparente, simples e eficaz com os colaboradores;
  • estabelecer metas e integrar a equipe para alcançar os resultados almejados;
  • fazer planejamentos estratégicos;
  • definir prioridades e prazos para cada pessoa envolvida nos projetos do negócio;
  • investir em ferramentas tecnológicas de gestão e automação para facilitar a comunicação e o andamento das atividades;
  • fazer reuniões frequentes e objetivas com as equipes para gerar o senso de pertencimento nos colaboradores;
  • oferecer treinamentos e capacitações;
  • mostrar disponibilidade para ajudar no que for preciso.

Esses são apenas alguns exemplos de práticas recomendáveis para os líderes que desejam transformar a empresa em que atuam, pois, como foi dito anteriormente: os processos de inovação devem começar nas pessoas para, então, fazerem parte da organização, e os gestores têm um papel fundamental nessa jornada.

Quais são os benefícios de ser uma empresa ambidestra?

Alguns empreendedores, ao perceberem que é um processo longo e dividido em várias etapas, ficam em dúvida se realmente vale a pena ter uma empresa ambidestra. Afinal, é realmente necessário fazer tantos investimentos caso a sua empresa já esteja dando bons resultados?

Ao empreender, é importante pensar a longo prazo e não ter medo de inovar: a transformação digital é o futuro, e é preciso estar preparado para lidar com essas mudanças da melhor forma. Confira os principais benefícios que a sua empresa pode obter com essa mudança:

  • aumento da eficiência e da produtividade dos colaboradores;
  • time que abraça novos desafios e acredita no potencial da inovação;
  • adaptação organizacional e fortalecimento da cultura da empresa;
  • geração de competitividade no mercado e melhorias na imagem da marca;
  • melhorias nos resultados e no desempenho das atividades como um todo.

Por mais desafiadora que seja essa jornada de se tornar uma empresa ambidestra, ao entender como combinar o nível tático, estratégico e operacional, as equipes e os gestores têm muito a ganhar. 

Entenda o que é clima organizacional e como mantê-lo em alta para melhorar o desenvolvimento das atividades e dos resultados do seu negócio.

× Fale com o Contador